26/11/2018
Atenção pensionistas: Tire suas dúvidas sobre recenseamento obrigatório do funcionalismo

Desde o início do mês, a Secretaria de Fazenda e Planejamento do Estado e o RioPrevidência promovem a atualização do cadastro do funcionalismo estadual junto ao banco Bradesco, conta oficial dos servidores públicos. A ação faz parte do Plano de Recuperação Fiscal e pretende identificar erros na folha de pagamento e corrigi-los.

Como a Defensoria Pública tem autonomia orçamentária (roda a própria folha), os Defensores Públicos ativos e inativos não precisam participar do recenseamento obrigatório, mas os pensionistas da Instituição sim, já que o pagamento das pensões está vinculado ao RioPrevidência.

A atualização do cadastro pode ser feita em qualquer agência do Bradesco no País, sempre nos dias úteis, de 11 a 25 do mês de aniversário. Entre esses dias, todas as agências da Capital e Grande Rio oferecerão atendimento em horário estendido, das 9h às 17h. O recenseamento também vale para aqueles pensionistas que possuem apenas portabilidade no banco.

Segundo a Secretaria de Fazenda e Planejamento, quem nasceu em novembro, mas não atualizou seus dados até a última sexta-feira (23/11) em uma agência bancária, terá seu nome publicado no Diário Oficial do Estado em dezembro e precisa realizar o recenseamento entre os dias 11 e 25/12. Ainda segundo a Secretaria, caso não seja feito o recadastramento neste período, haverá suspensão do pagamento no mês seguinte à publicação da listagem no D.O.

Os nascidos de janeiro a outubro vão atualizar seus dados somente em 2019, dentro dos seus respectivos meses de nascimento.

Documentos necessários: RG, CPF, comprovante de residência recente em nome próprio ou declaração de residência e titulo de eleitor.

Veja aqui o manual do recenseamento.



COMPARTILHE: