VOLTAR AO TOPO
Associado(a): Receba notícias no seu WhatsApp. Adicione nosso número (21) 96786-4528 e mande uma mensagem com o seu nome.
Notícias

06/04/2016
ADPERJ no Interior: Primeira viagem do ano visita comarcas da região de Angra dos Reis

Presidente da ADPERJ entrevista Defensora em Angra dos Reis

Falta de funcionários e estagiários qualificados, demandas enormes para poucos Defensores e espaços de atendimento apertados foram alguns dos problemas encontrados na região de Angra dos Reis, na visita feita pelo projeto ADPERJ no Interior, no final de março. Por conta da falta de infraestrutura tecnológica, os Defensores encontram dificuldades extras no dia a dia das comarcas com a chegada do processo eletrônico.  

Mais do que nunca os órgãos de atuação precisam de computadores com tela dupla, mas muitos ainda não têm. Outro problema é a internet lenta e instável. Em Angra dos Reis, por exemplo, ao longo de toda a tarde em que a ADPERJ esteve na comarca, não havia conexão. “Imagine se estivéssemos apenas com os processos eletrônicos, perderíamos todo um dia de trabalho” - disse a Defensora Pública Patrícia Gonçalves Nascimento.

Também é consenso entre os Defensores Públicos que a falta de funcionários atrapalha a atuação e a celeridade nos processos. É o caso das 1ª e 2ª DPs em Seropédica, que sofrem com a rotatividade dos concursados que pedem sempre para sair. “Quando o funcionário já está pegando o jeito do trabalho, abre uma vaga mais perto do Rio e ele sai. O ideal seria que houvesse concurso regionalizado” – explicou a Defensora Cecília Kerr Gioia.

Outra reclamação recorrente entre os Defensores, especialmente os que atuam na Vara de Família, é uma sala exclusiva para as conciliações. “É muito ruim ter que tratar de assuntos delicados que expõem o assistido no meio de outras pessoas” – contou a Defensora de Itaguaí, Vera Lucia Baptista de Pinho.

As queixas estão sendo compiladas em um relatório que será enviado à Chefia Institucional.

ADPERJ no Interior

Essa foi a primeira viagem do ano do projeto que tem como objetivo conhecer a realidade das comarcas e levar a vida associativa ao Defensor que está fora da capital. 

De acordo com a Presidente da ADPERJ, Juliana Bastos Lintz, que passou os últimos anos em Nova Friburgo, o cotidiano do Defensor que atua no interior é envolto por um sentimento de isolamento. “Sei bem que para seguir com o nosso importante trabalho, muitas vezes precisamos superar a falta de estrutura e o pouco ou nenhum apoio. Parto dessa experiência pessoal para dar especial atenção às demandas desses Defensores que estão fora da capital” – afirma. 

Até o final do ano a Entidade Classista visitará também as regiões norte e noroeste fluminense.  





COMPARTILHE:
Rua do Carmo, nº 7, 16º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ - CEP: 20011-020
Tel: (21) 2220-6022 - Whatsapp: (21) 96786-4528 - adperj@adperj.com.br