19/09/2014
ADPERJ participa de AGE da ANADEP em Tocantins

A ANADEP realizou nestas quinta e sexta-feiras o projeto #ANADEPemMovimento, em Tocantins, com a segunda edição itinerante da AGE da Associação Nacional e o II Seminário da Escola Nacional dos Defensores Públicos (ENADEP).

A Presidente Maria Carmen de Sá participou dos encontros, assim como Defensores de diversos estados e demais presidentes de Associações Estaduais. Entre os assuntos debatidos, o crescimento e o fortalecimento institucional, a atuação da ANADEP em processos judiciais e a atuação no Congresso Nacional.

Para a Presidente Maria Carmen de Sá, a AGE e o II Seminário foram ótimas oportunidades para o intercâmbio de experiências entre os representantes Classistas, a Anadep e os demais Defensores presentes. "Esses encontros são uma oportunidade única de troca de experiências entre os Defensores, e a Escola Nacional vem conseguindo cumprir fielmente seu papel de integração entre os Defensores. Gostaria de destacar a maravilhosa acolhida que tivemos por parte da Associação e da Defensoria Geral. O Dr. Fábio Monteiro dos Santos, presidente da ADPETO, e o Dr. Marlon Costa Luz Amorim, Defensor Geral do Tocantins, estão de parabéns", ressalta.

Durante a AGE, a Presidente da ADPERJ falou sobre o encontro realizado no último dia 12 na sede da Associação, em parceria com a ANADEP, para tratar do PLS 554/2011, de autoria do senador Antonio Carlos Valadares (PSB/SE). O projeto prevê o prazo de 24 horas para a apresentação do preso à autoridade judicial após a prisão em flagrante (denominada audiência de custódia).

A AGE também definiu que a 12ª edição do Congresso Nacional de Defensores Públicos será realizada em novembro de 2015, em Curitiba.

Já o II Seminário da ENADEP contou com palestras de defensores e especialistas em diversas áreas, entre as quais: Avanços da Emenda Constitucional 80/2014; A Defensoria como instrumento de transformação social; A atuação da Defensoria Pública nos Tribunais; e Os desafios na efetivação dos direitos sociais e o papel da Defensoria Pública.

*Com informações da ANADEP


COMPARTILHE: